Rádio Líder do Vale

9 de nov de 2012

Tributo a um Guerreiro II “Me liga a qualquer hora, meu telefone, é um fone militante, esta disponível vinte e quatro horas por dia”. Render homenagens a um companheiro que dedicou sua vida para a luta do combate ao racismo e a promoção da igualdade de direitos e oportunidades raciais, é o mínimo a fazer para não deixar se apagar da memória de muitos militantes, tanto negros como não negros que conheceram José Alves Bittencourt, o “nego Lua” apelido ao qual gostava de ser chamado e por muitas vezes substituiu seu próprio nome oficialmente. Talvez este apelido despretensioso não tenha sido dado em função da dimensão da luta deste guerreiro, mas o certo é que, não existe à noite sem lua, ainda que a mesma por vezes encontre-se encoberta por algumas nuvens, guardadas as devidas proporções não existe luta do povo negro gaúcho contemporâneo sem a lembrança do nego Lua. Necessário dizer, quando vimos alguns negros se destacando no cenário nacional, seja na vida pública, nas artes, na cultura, no esporte ou mesmo na iniciativa privada, certamente para que estes possam destacar-se e desfrutar da liberdade conquistada, muitos, vários e ate milhares de abnegados guerreiros como o “lua” lutaram para que isto pudesse hoje estar acontecendo. Outros ainda conquistarão a sua emancipação social, politica, econômica e cultural desfrutando das glórias e das vantagens da luta dos que tombaram. Por isso, neste mês da consciência negra (que deveria ser o ano inteiro), e na data da partida rumo à outra dimensão do companheiro Lua, convidamos a todos para refletir sobre nosso papel na sociedade, sobretudo os beneficiários das politicas de ações afirmativas, mas fundamentalmente os que gozam de liberdade de pensamento para não esquecermos quem somos de onde viemos, e qual legado deixaremos as futuras gerações. Para além das demandas e das denuncias, são muitas, cumpre-nos honrarmos a memória daqueles e aquelas que tombaram peleando, fazendo a sua parte para que hoje pudéssemos estar aqui testemunhando sobre este legado. Portanto caríssimos leitores, façamos a nossa parte, pode ser de maneira muito singela, relembrando a luta deste guerreiro, com certeza não é única, mas serve para todos aqueles que de uma forma ou de outra, empreenderam esforços em prol da causa da comunidade negra, que ainda esta longe de ser superada. Reconhecemos as conquistas sim, mas ainda há muito a ser conquistado, por isso a luta continua, até porque, “se não lutar, não muda”. Salve Lua, Salve todos os guerreiros e guerreiras que tombaram lutando. Ivan Braz Militante Novembro de 2012

5 de ago de 2012

Motivo de INDEFERIMENTO Cand. Ivan Vice Prefeito PDT/PSB

Segue para conhecimento de todos, a razão do INDEFERIMENTO de minha candidatura a vice-prefeito na chapa PDT/PSB Coligação SIM, Sapucaia é Importante pra Mim. Saliento que os prejuizos politicos, morais e econômicos serão buscados no judiciário. Informo ainda que tinhamos o direito de recorrer as instancias superiores com grandes possibilidades de reversão, TRE/TSE, porém, não o fizemos para não prejudicar o ritmo da campanha que fará Ibanor Catto o próximo prefeito de nossa cidade. Qualquer dúvida, estamos abertos para toda e qualquer informação. Att

12 de jun de 2012

No Brasil, a pobreza tem cor

"O sempre mestre e sempre saudoso Evandro Lins e Silva lembrava-me a força de bisturi da lógica de Anatole France desmontando o igualitarismo farisaico do direito liberal: “Em sua igualdade majestática a lei proíbe tanto ao rico quanto ao pobre dormir embaixo da ponte, esmolar nas ruas e furtar pão”. Os dois mestres e a sentença genial me vêm a propósito de telefonema de prezada amiga e leitora, que me interpela pedindo justificativa para as políticas de afirmação positiva: “Se somos todos iguais, não seria uma discriminação contra os outros, o privilégio dado aos negros no acesso à universidade?” Ora, não somos iguais, e uma das maiores farsas do direito de classe é a afirmação, consagrada nas chamadas constituições democráticas, de que ‘todos são iguais perante a lei’, que só poderia ser aceita como projeto de uma sociedade igualitária. Numa sociedade de classes, como a brasileira, essa ‘igualdade’ formal, tomada ao pé da letra, significa simplesmente a manutenção das desigualdades e o aprofundamento da dominação dos pobres. Na verdade, somos desiguais (uns mais fracos outros mais poderosos, uns mais aquinhoados outros menos aquinhoados, uns ricos outros pobres – e, outros, miseráveis), e, por isso, a igualdade só se busca quando os diferentes são tratados de forma diferenciada. A formulação marxiana – ‘De cada um de acordo com suas possibilidades, a cada um de acordo com suas necessidades’ – parece-me a mais correta e a única de corte humanista. Não pode o Estado cobrar de todos os mesmos deveres, nem oferecer a todos os mesmos direitos, pois, dos poderosos, dos ricos, incumbe-lhe cobrar mais e aos mais fracos, aos mais pobres, oferecer mais (porque deles, tomou e toma mais). Toma mais dos pobres, também, porque a estrutura tributária é injusta: penaliza o salário e protege o rendimento financeiro. Mas, observe-se que, se a maioria da população legitimar um Estado que de pronto consagre a desigualdade absoluta entre seus súditos, legitimará a Pretória do Apartheid, legitimará o statu dos dalits, intocáveis, seres inferiores para 60% da população indiana. No mundo do homem, é desafio buscar a igualdade na desigualdade. É farsa dizer que o filho do pobre, já inferiorizado em todos os sentidos por ser pobre e arcar com todas as consequências daí resultantes (moradia precária, má alimentação, baixa escolaridade familiar etc.), que frequenta nossas péssimas escolas públicas de ensino básico, fundamental e médio (quando delas não é afastado para contribuir na composição do salário familiar), desaparelhadas propositalmente desde os primeiros governos militares, é farsa dizer, repita-se, que esse filho do pobre tem, no vestibular de acesso ao ensino superior (e o vestibular já é em si uma consagração da diferença) as mesmas oportunidades do rebento da classe média alta, que estuda em escolas privadas e caras, equipadas com laboratórios e bibliotecas, com acesso ao “cursinho”, a estudo particular de línguas e a viagens internacionais de intercâmbio – e, com tudo isso e por tudo isso (acrescente-se à lista a rede de contatos, importantíssima na nossa cultura do favor), ingressa no mercado de trabalho muito mais tarde e com preparo incomparável, numa disputa com só os seus pares. O Estado (os teóricos do reacionarismo não são burros) quando destrói a opção da escola pública, abastardando sua qualidade, está conscientemente desaparelhando o pobre na disputa do mercado de trabalho e impedindo sua ascensão social e a conquista da cidadania, pois mercado e cidadania são reservados aos ‘mais iguais’, os filhos da classe média alta. Quando o Estado põe esse pobre e esse rico “em igualdade de condições” na disputa do que quer que seja, mas principalmente na disputa de uma vaga na universidade pública, está punindo o pobre. E quando digo o pobre, refiro-me, principalmente, aos negros, porque no Brasil a pobreza tem cor. À nossa dívida pela discriminação econômica, soma-se, como elemento ético, a dívida impagável de brancos e escravocratas. Quando destrói a escola pública, o Estado reacionário decide dificultar o acesso do pobre à escola universitária pública, gratuita e de boa qualidade, e ao fazê-lo procura reservá-la àqueles que puderam frequentar cursos preparatórios de qualidade. A decisão da sociedade de classes é essa: aos pobres a formação secundária de baixa qualidade que não os capacita nem para o vestibular da universidade pública nem para o mercado de trabalho, cada vez mais exigente; aos ricos a escola universitária de qualidade, a carreira universitária, a pesquisa, as grandes clínicas e os grandes escritórios, enfim, a reprodução do poder e da dominação. É ou não é um sistema de cotas às avessas? As universidades públicas, sejam estaduais, sejam federais – por exemplo, a USP, a Unicamp, a UFRJ e outras que tais – são, a rigor, as únicas que oferecem, na área técnica, laboratório, pesquisa e, quase sempre, bolsas de iniciação científica, custeadas, é evidente, ora pelo CNPq, ora pela Finep, ora pela Fundação de Amparo à Pesquisa do respectivo estado. Aliás, as universidades públicas são responsáveis por algo como 80% dos cursos (respeitáveis) da área técnica, como as engenharias em geral, medicina, física etc. Por todas essas razões, seus vestibulares são os mais procurados, e, por serem os mais procurados, os mais difíceis. Ou seja, são acessíveis apenas aos vestibulandos mais bem formados, filhos da classe média, de média para alta. Com esses jovens evidentemente não podem concorrer os pobres egressos da escola pública secundária, de baixíssima qualidade, restando-lhes as inumeráveis espeluncas espalhadas pelas esquinas como os botequins, que estão, no país inteiro, há décadas, imprimindo diplomas de ensino superior sem serventia no mercado competitivo. Mas quais são os cursos que lhes são reservados, aos pobres, na escola privada? Os técnicos? Não. Esses são caros e o ensino privado é um ramo da atividade comercial, que persegue o lucro (já há dessas empresas com ações em bolsa!). Aos pobres são destinados os cursos que não requerem laboratórios nem professores de tempo integral, que podem ser dados em salas com mais de 50/60 alunos, cuja didática depende exclusivamente de exposições do professor mal-remunerado correndo de uma escola para outra, de uma aula para outra, para assegurar o salário mensal. Depois de quatro anos de ‘estudos’ e muitas mensalidades e matrículas pagas pelo esforço familiar, o jovem pobre sai da ‘faculdade’ com um canudo de advogado, de jornalista, de assistente social, disso ou daquilo, e volta para seu empreguinho de origem, no comércio, na indústria, onde puder. Doutor de canudo, anel, foto e festa de formatura, mas sem qualificação e sem mercado. Enquanto isso, seu colega (de geração) que conclui também o curso, mas ou na universidade pública ou numa PUC, já se prepara, com bolsa, para o mestrado, já pensando no doutorado no exterior. Ou já sai empregado, quando não começa a trabalhar nos últimos semestres. Cedo, recomendado pela verdadeira grife que é o só nome de sua escola, já terá conhecido os primeiros estágios profissionais. É o ensino na sociedade de classes. A política de cotas visa a reduzir essa injustiça. Os reacionários de todos os quadrantes bradam que isso quebrará o ‘alto’ padrão do ensino. A realidade – como sempre ela! – os desmente. Os egressos da política de cotas e de programas como o Pró-UNI têm-se revelado, no geral, excelentes alunos." *Roberto Amaral é vice-presidente do Partido Socialista Brasileiro(PSB), ex-ministro da Ciência e Tecnologia e ex-presidente diretor da empresa binacional Alcântara Cyclone Space (ACS). Escreve toda segunda-feira na página da Carta Capital na Internet (www.cartacapital.com.br).

4 de jun de 2012

HOJE é dia de planejamento no PSB-Sapucaia

Bom dia a tdos filiados(as) do PSB de Sapucaia do Sul. Queremos lembrá-los(as)que hoje(04/06/12),realizaremos nossa oficina de planejamento e organização de campanha. A atividade tem inicio ás 19h00, em nossa sede, sob a coordenação do dirigente estadual Carlos Orling. Contamos com a participação de todos(as) que desejam construir um novo caminho pra nossa cidade. Saudações Socialistas!!

29 de mai de 2012

Sancionada lei que criminaliza exigência de cheque caução

BRASÍLIA - O Diário Oficial da União publica nesta terça-feira a lei que torna crime a exigência de cheque caução para atendimento médico de urgência. A lei, de autoria dos ministérios da Saúde e da Justiça, altera o Código Penal de 1940 e tipifica a exigência como crime de omissão de socorro. A prática de exigir cheque caução já é enquadrada como omissão de socorro ou negligência, mas não existia uma referência expressa sobre o não atendimento emergencial. A nova lei entra em vigor a partir de hoje. A pena é de detenção de três meses a um ano e multa para os responsáveis pela prática de exigir cheque caução, nota promissória ou qualquer garantia, inclusive o preenchimento prévio de formulários administrativos, como condição para o atendimento médico-hospitalar emergencial. A pena pode ser aumentada até o dobro, se da negativa de atendimento resultar lesão corporal de natureza grave, e até o triplo se resultar em morte. Os hospitais particulares ficam obrigados a afixar, em local visível, cartaz ou equivalente, com a seguinte informação: "Constitui crime a exigência de cheque caução, de nota promissória ou de qualquer garantia, bem como do preenchimento prévio de formulários administrativos, como condição para o atendimento médico-hospitalar emergencial, nos termos do Artigo 135-A do Decreto-Lei no 2.848, de 7 de dezembro de 1940 - Código Penal." O Poder Executivo ainda regulamentará a lei. A proposta foi apresentada pelo governo federal um mês após a morte do secretário de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Duvanier Paiva Ferreira, 56 anos, vítima, em janeiro passado, de um infarto depois de ter procurado atendimento em dois hospitais privados de Brasília. Segundo a família, as instituições teriam exigido cheque caução. http://br.noticias.yahoo.com/sancionada-lei-criminaliza-exig%C3%AAncia-cheque-cau%C3%A7%C3%A3o-130903739.html

28 de mai de 2012

Partidos políticos estudam formas de ganhar credibilidade com eleitores

Prestes a escolher seus candidatos às eleições municipais, as legendas vivem crise crônica de credibilidade provocada por fatores como falta de identidade e excesso de siglas. O Brasil tem 29 partidos. Sem pesquisar no Google, você é capaz de citar pelo menos metade deles de cabeça? A dificuldade para responder é mais comum do que parece e, segundo especialistas, pode estar por trás de um fenômeno indicado por diferentes institutos de pesquisa: a maioria dos brasileiros não confia nas siglas partidárias. E não é de hoje. O último levantamento sobre o tema, divulgado no dia 15 pela Fundação Getulio Vargas (FGV), revela que 94% dos entrevistados veem os partidos com suspeição. Em outra enquete, publicada pelo Vox Populi no dia 4 deste mês, 60% admitem não simpatizar com nenhuma legenda. — As pessoas têm razão ao criticar. A situação chegou a um patamar em que ninguém mais sabe quem é oposição e quem é situação — resume o cientista político Valeriano Costa, da Unicamp. Mas não é só isso. A descrença, na opinião do cientista político André Marenco, da UFRGS, é resultado de uma história marcada por rupturas. As constantes mudanças de regime, intercaladas por períodos de exceção, como o Estado Novo e a ditadura militar, retardaram a consolidação dos partidos. Com duas décadas de democracia, não é exagero afirmar que a maioria dos brasileiros sequer sabe para o que eles servem. — As principais siglas, como o PMDB e o PT, têm apenas 30 anos. Na Europa, elas têm mais de cem, e isso faz diferença — destaca Marenco. O problema é que a desconfiança crônica vem sendo turbinada desde a década de 1980. Nas Diretas Já, setores da sociedade chegaram a depositar esperanças nas novas legendas, mas a euforia durou pouco. A partir da redemocratização, as agremiações se multiplicaram em velocidade acelerada. Muitas mudaram de nome. A infidelidade partidária e as alianças de ocasião, unindo adversários em troca de cargos públicos, contribuíram para confundir o eleitorado. — A verdade é que os partidos foram se esvaziando de ideias, de princípios e de ideologias. Em nome da governabilidade, alguns fazem coisas que até o diabo duvida. Aos olhos da população, ficaram todos iguais — lamenta o ex-governador Alceu Collares, um dos ícones do PDT no Estado. Reforma política pode indicar saídas Para completar o cenário, a corrupção ganhou as manchetes dos jornais e entrou em evidência como nunca. Casos como o do mensalão, que atingiu em cheio o petismo, abalaram de vez a fé dos eleitores, até os mais convictos. — Se os partidos já eram frágeis antes, com todos esses escândalos a fragilidade só se acentuou — diz o cientista político Paulo Moura, da Ulbra. Apesar de tudo, os especialistas acreditam que a crise de credibilidade tem saída. Inclusive porque, curiosamente, o voto nulo ou branco nunca teve grande expressão no país e, mesmo com o pé atrás, 40% dos brasileiros disseram ao Vox Populi se identificar com algum partido — o que não é pouco. A reversão dos baixos níveis de confiança depende das próprias agremiações e de seus líderes, de uma reforma política eficaz e, principalmente, da capacidade do eleitorado de punir as siglas descomprometidas. Previstas para junho, as convenções definirão candidatos e coligações para as próximas eleições. A palavra final, no entanto, não é deles: é de quem vota. http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/politica/eleicoes-2012/noticia/2012/05/partidos-politicos-estudam-formas-de-ganhar-credibilidade-com-eleitores-3771267.html

16 de mai de 2012

Eleições 2012

Estamos nos aproximando do inicio das campanhas eleitorais. As escolhas que fizermos, serão para os próximos quatro anos e as mesmas, ainda que alguns ignorem terão reflexos direto nas nossas vidas, seja no campo da saúde, segurança, educação e outras áreas. Por isso é que, estarmos atentos aos possíveis postulantes a cargos eletivos bem como as suas propostas e projetos politicos é fundamental, para que todos possam, de maneira livre e consciênte escolherem o que for melhor para os destinos de nossas comunidades.Desenvolvimento econômico e social, prosperidade e modernidade tem tudo a ver com o perfil de quem será escolhido para administrar nossos municipios no próximo periodo, portanto fiquemos ligados e participemos desta festa que é sem duvida a maior conquista do povo brasileiro dos últimos tempos que é a Democrácia.Abraço aos leitores e seguidores deste blog.

10 de mai de 2012

NA LUTA SEMPRE!

É melhor atirar-se à luta em busca de dias melhores, mesmo correndo o risco de perder tudo, do que permanecer estático, como os pobres de espírito, que não lutam, mas também não vencem, que não conhecem a dor da derrota, nem a glória de ressurgir dos escombros. Esses pobres de espírito, ao final de sua jornada na Terra não agradecem a Deus por terem vivido, mas desculpam-se perante Ele, por terem apenas passado pela vida. Bob Marley

8 de mai de 2012

Saiba o que fazer para regularizar o título até amanhã, quando se encerra o prazo

Desde que abriu as portas nesta terça-feira, um dia antes do término do prazo para regularizar o título, o Tribunal Regional Eleitoral, teve movimento constante. Pela manhã, a fila em frente à Central de Atendimento ao Eleitor da Capital dava a volta no quarteirão. E tem sido assim desde que o órgão funciona em regime de plantão para atender à demanda dos porto-alegrenses. Ao todo, são 55 funcionários trabalhando no atendimento dos eleitores — mais que o dobro do quadro habitual. O tempo médio de espera na fila é de 40 minutos nessa reta final, destacou Rafael Morgental, coordenador da Escola Judiciária Eleitoral do TRE-RS. — Todos que ingressam na fila até as 19h recebem senha de atendimento. Nosso objetivo é garantir ao eleitor o direito de cidadania — destacou Morgental. O coordenador explica que este ano, apesar de intensas, as filas são muito menores do que as de 2010. Ele lembra que naquela época se discutiu a obrigatoriedade do título para votar, o que fez com que os cartórios lotassem de gente em busca da segunda via do documento. Antes disso, era possível apenas com a identidade. Porém, na véspera da eleição de 2010, o Supremo Tribunal Federal decidiu retroceder na regra e deixar que fosse usada apenas a identidade, o que se mantém até hoje. — Naquela época houve um grande movimento nos cartórios, o que não está se repetindo na mesma proporção este ano. A procura é mais de novos eleitores e de quem precisa da transferência de município — detalhou o coordenador. Depois da campanha lançada em 9 de abril para que o jovem fizesse o documento, houve um incremento de quase 60% no universo de adolescentes, de 16 e 17 anos, da última eleição para este ano. São mais de 157 mil jovens aptos a votar no Estado contra cerca de 99 mil do último pleito. Ao todo, são 8,2 milhões de eleitores no Estado — um aumento de 115 mil pessoas com relação à eleição de 2010. O que você precisa saber: :: Atendimento: das 9h às 19h, sem fechar ao meio-dia. :: Documentos necessários: identificação civil que comprove nacionalidade brasileira, como certidão de nascimento e carteira de identidade, de trabalho e profissional, juntamente com o comprovante de residência. Para o primeiro título não é aceita carteira de motorista, apenas para transferências e segunda via. Saiba mais :: E se eu chegar depois das 19h? O fechamento do cadastro eleitoral ocorrerá neste horário. Portanto, apenas as pessoas que estiverem na fila até as 19h receberão atendimento. :: O prazo pode ser estendido? Esta hipótese não é cogitada. :: Qual é o tempo médio de espera na fila? Nesses últimos dias, o movimento tem sido intenso. O tempo médio de espera é de cerca de 40 minutos. :: Como é o atendimento? Depois de superada a fila, a pessoa apresenta os documentos a um atendente. O funcionário perguntará em que local, próximo à sua residência, prefere votar. Após, é chamada em um segundo guichê para a retirada do documento e está finalizado o processo, que não deve passar de cinco minutos. :: Se eu não conseguir chegar a tempo do encerramento, como devo proceder? Não há alternativa a não ser aguardar o término das eleições e procurar a Justiça Eleitoral para regularizar a situação. Nesse período, sem o título, o eleitor fica proibido de tirar passaporte, financiamento em banco público, CPF, de matricular-se em instituição pública de ensino ou em concurso público. Caso seja servidor público, fica com os vencimentos retidos. :: Posso me ausentar do trabalho para regularizar o título? A legislação eleitoral prevê que o trabalhador se ausente para regularizar a situação eleitoral, mediante comunicação com 48 horas de antecedência, sem prejuízo do salário. :: E se eu não puder comparecer ao cartório eleitoral? Pessoas com problemas físicos ou hospitalizados podem emitir uma procuração a um familiar, que juntamente com o atestado médico, receberá uma certidão de quitação eleitoral. Fonte: TRE-RS. http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/politica/eleicoes-2012/noticia/2012/05/saiba-o-que-fazer-para-regularizar-o-titulo-ate-amanha-quando-se-encerra-o-prazo-3751845.html

4 de mai de 2012

Normal em Sapucaia: ninguem sabe nada.

Sapucaia não sabe quantas famílias, mas metade do município é irregular Parece incrível, mas quase metade da área total do município de Sapucaia do Sul está em situação irregular. Conforme o secretário de Habitação, Átila Vlademir Andrade, 47% das áreas da cidade estão irregulares e se estima que esse percentual corresponda a 15,5 mil lotes em situação irregular. “Não temos como dimensionar o número de famílias, mas desde os anos 70 a ocupação irregular ganhou força no município e estamos trabalhando para reverter essa situação.” Apesar de a prefeitura destacar que não tem números de pessoas atingidas, dados divulgados em 2004 pela Fundação de Economia e Estatística (FEE) apontavam que 50 mil pessoas estavam vivendo na irregularidade na cidade. Em 2009, quando a prefeitura lançou projeto de regularização, o então secretário Tita Nunes declarou que o município tinha 16 mil lotes irregulares, o equivalente a 51% de área da cidade e novamente apontou que 50 mil pessoas viviam na irregularidade. Até o momento, já foram regularizadas 97 famílias que viviam às margens do Arroio José Joaquim, 76 famílias da Vila Barreira, no bairro Boa Vista, 500 lotes da Cooperativa Amobem, 700 lotes da Vila Corsan, 202 da Cooperativa Boa Esperança e 102 do Loteamento Renascer. “Aqueles que viviam em áreas de risco foram encaminhados para o Residencial Ilha Bella e para o Loteamento Colina Verde.” Atualmente, segundo Andrade, a prefeitura trabalha para regularizar as 2,5 mil famílias da Vila Pedro Simon, Vila Floresta e Loteamento Santa Luzia. “Além disso, estamos trabalhando para a retirada das cerca de mil famílias da RS-118. Três bairros - Ipiranga, Vargas e Colonial - podem receber os moradores.” http://www.jornalvs.com.br/regiao/387432/sao-leopoldo-e-sapucaia-enfrentam-os-maiores-desafios.html

2 de mai de 2012

Presidente de partido que Cachoeira estaria tentando comprar nega envolvimento com o bicheiro

O presidente nacional e fundador do PRTB, Levy Fidelix, negou nesta quarta-feira que tenha negociado com integrantes do grupo liderado pelo bicheiro Carlinhos Cachoeira a venda da seção goiana do seu partido. Fidelix negou conhecer Cachoeira e o sargento da reserva Idalberto Matias de Araújo, o Dadá, suspeito de intermediar a suposta negociação com o partido. — Temos um grande factoide no país. Jamais ocorreu. Dadá que conheço, só o dos Trapalhões e cachoeira só Itaipu Binacional. Nunca houve contato, não há contato, não o conheço. Não posso pagar por algo que desconheço, — disse Segundo reportagens veiculadas no feriado pela imprensa, escutas telefônicas feitas pela Polícia Federal revelaram a tentativa de Carlinhos Cachoeira de comprar o PRTB de goiano. Em ligações gravadas em maio de 2011, o bicheiro e Dadá falam de diversas legendas menores e citam o nome do presidente nacional do PRTB. Perguntado se o seu partido estaria à venda, Fidelix disse que a sigla é como se fosse um filho. — Sou fundador do PRTB. Ele é um filho meu. Não vendo meu filho. Você [referindo-se ao jornalista] venderia um filho seu? É meu filho, meu sangue, minha carne, minha vida — argumentou Fidelix. Para ele, o vazamento de informações sigilosas de operações da PF visam a atingir sua pré-candidatura à prefeitura de São Paulo. Fidelix disse que pretende conversar com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para cobrar explicações. http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/politica/noticia/2012/05/presidente-de-partido-que-cachoeira-estaria-tentando-comprar-nega-envolvimento-com-o-bicheiro-3745408.html

23 de abr de 2012

PSB realiza encontro regional no Vale dos Sinos.

Dia 21/04/12, participamos de uma Excelente atividade do PSB em Novo Hamburgo, que contou com a participação do Vice-Governador Beto Grill, Coordenador Regional Vicente Selistre, vereadores, prefeitos e vice-prefeitos eleitos e pré-candidatos do PSB nas regionais de 17 municipios.

19 de abr de 2012

Disque 100.

Voto político rejeita projetos que trariam benefício para trabalhadores


A vereadora Anabel Lorenzi lamentou nesta terça-feira (17/04) a rejeição de dois projetos de sua autoria, que trariam benefícios para trabalhadores e mais transparência nas contratações emergenciais no Município. Para a parlamentar foi surpreendente que os vereadores, por uma decisão meramente política, rejeitassem o projeto que iria assegurar a permanência de bica ou vasilhame, com água potável própria para consumo humano, em cada estabelecimento comercial ou seção de trabalho, existente no Município de Gravataí. Na justificativa do projeto, a vereadora salienta a importância de ter água potável para clientes e funcionários, tendo em vista que muitos estabelecimentos não disponibilizam água potável. A água exerce função vital no organismo, compõe de 60 a 70% do nosso peso corporal, regula a nossa temperatura interna e é essencial para todas as funções orgânicas. Em média, no mínimo, nosso organismo precisa de 4 litros de água por dia: “é de fundamental importância que todo estabelecimento comercial disponibilize tal elemento a seus funcionários e clientes gratuitamente a fim de garantir a saúde e o bem estar dos mesmos”, afirmou a parlamentar.

A parlamentar lamentou também a retirada do projeto de sua autoria que estabelece normas para a contratação de servidores em caráter emergencial pelo Executivo Municipal. Para Anabel, que tem insistido desde seu primeiro mandato com a realização de concurso público para resolver a falta de profissionais em diversas áreas e mais lisura, honestidade e a transparência nas contratações emergenciais, é lamentável que mais uma vez o projeto tenha sido retirado de pauta: “o parlamento tem responsabilidade com a população, não podendo votar erroneamente, com argumentos distorcidos, meramente políticos que vão contra benefícios para os trabalhadores e para a comunidade”, afirmou a parlamentar
Voto político rejeita projetos que trariam benefício para trabalhadoresVoto político rejeita projetos que trariam benefício para trabalhadores

16 de abr de 2012

TRAJETÓRIA DE VIDA- IVAN BRAZ.

Ivan Braz da Conceição



Informações Pessoais:


•Nacionalidade: Brasileiro
•Estado Civil: Casado com Graziella Arruda da Silva
•Natural: São Francisco de Paula-RS
•Religião: Cristã
•Time que torce: Internacional
•Mora em Sapucaia do Sul: 40 Anos
•Estudou nas Escolas: Júlio Casado, Guianuba e Rubem Dario.
•Esportes: futebol. Atuou nos times Categorias Infantil; União (Treinador Ireno,“falecido”); Vasquinho (Treinador, Pereco); Juvenil Aimoré SL; 2º Quadro Nova Sapucaia; Amador Lansul Esteio; 1º Quadro Vila Natal; Aliança; Fazenda e Operário.
•Empregos: foi Office-boy, prestou Serviço Militar 16º GAC, ajudante de fábrica na SANRIG, carteiro, sucateiro, vendedor de calçados nas Lojas Paquetá, mascate, motorista resgatista na Free Way e Ulbra, micro empresário e Consultor.

Formação:

•Matemática UNISINOS/RS incompleto.
•Gerente de Projetos - Escola Nacional de Administração Pública. ENAP/DF
•Administração (Gestão Pública) – Ulbra/RS ( concluindo).
•Liderança empresarial e outros SENAC/RS
•Mediação- Fundação Getúlio Vargas, FGV/RJ.
Experiências na administração pública:
•Diretor de Indústria e Comercio- Prefeitura de Sapucaia do Sul 1996;
•Gerente de Projetos-Gabinete da Presidência da Republica (SEPPIR/PR) 2003/2006;
•Secretário Municipal de Segurança e Trânsito- Prefeitura de Sapucaia do Sul 2009/2010;
•Assessor Técnico Gabinete do Governador, Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social -SECDES 2011/2012.

Outras Informações:

•Vice Presidente da Associação Comercial e Industrial e Serviços de sapucaia do Sul-RS (ACIS). 1994- 1998;
•Candidato à Deputado Federal em 2002 e 2006;
•Foi membro da direção municipal e estadual PT/RS;
•Representante não governamental nos Conselhos da Criança e Adolescente; Turismo de Sapucaia e no Conselho Regional de Desenvolvimento do Vale dos Sinos (COREDE);
•Líder comunitário com atuação nos movimentos Ambientais, Culturais e Étnicos de Sapucaia do Sul, RS e Brasileiro;
•Atualmente é Presidente Municipal do Partido Socialista Brasileiro, PSB/RS.
•Pré Candidato a Prefeito, eleições de 2012.


Contatos:

Fone:51-91949259
E-mail e Facebook: braz.ivan@gmail.com
Outro e-mail:ivan.janga@gmail.com
Orkut: Ivan Braz
www.ivanbraz.blogspot.com


publicado em ABRIL DE 2012.

13 de abr de 2012

PSB de Sapucaia recebe lideranças regionais do Vale dos Sinos.


PSB de Sapucaia do Sul recebeu ontem (12/04/2011), lideranças da Regional Vale dos Sinos e Paranhãna. Participaram da reunião lideranças dos municipios de: Esteio, São Leopoldo, Portão, Campo Bom, Novo Hamburgo e Sapucaia. O Coordenador da Regional Vicente Selistre, 1º suplente de Deputado Federal,iniciou a reunião mencionando que a Regional tem a missão de fortalecer e consolidar as candidaturas a majoritárias e proporcional em todo o Vale,para as eleições de 2012. Acreditamos que construiremos uma nova história na Região.Sairemos de 2 candidatura a majoritária em 2008 para quase 10 em 2012, com fortes possibilidades de eleição em várias prefeituras. Foram pautados ainda a consolidação dos movimentos de mulheres, negritude, juventude, movimento popular e eletricitário.Em clima de muita energia e motivação os socialistas encerraram a reunião com a certeza de que vale a pena lutar para a transformação de nossas cidades. A próxima Regional será em Campo Bom no dia 03/05/12.

12 de abr de 2012

CAMARA aprova novas regras para a LEI SECA

Câmara aprova projeto que facilita prova de embriaguez e dobra multa da Lei Seca


Proposta torna a Lei Seca mais rígida e permite que testemunho e vídeo sejam usados como prova criminal. Texto, que prevê multa de R$ 1.915 para quem dirige após beber, ainda será analisado no Senado.

Câmara reage à decisão do STJ, de duas semanas atrás, que enfraqueceu a Lei Seca.

O Plenário aprovou, nesta quarta-feira (11), o Projeto de Lei 5607/09, do deputado Hugo Leal (PSC-RJ), que dobra a multa por dirigir sob influência de álcool ou outras drogas que causam dependência e permite o uso de imagens ou vídeos para constatar essa infração. A matéria, aprovada na forma do substitutivo do deputado Edinho Araújo (PMDB-SP), será votada ainda pelo Senado.

De acordo com o texto, a multa passará de R$ 957,70 para R$ 1.915,40 nos valores atuais, sendo aplicada em dobro no caso de reincidência no período de até 12 meses. Permanece a suspensão do direito de dirigir por um ano. As mudanças são no Código Brasileiro de Trânsito.

Crime
Em relação ao crime de dirigir sob influência de álcool, com pena prevista de detenção de seis meses a três anos, o projeto estipula um novo limite para sua tipificação.

Além dos 6 decigramas ou mais de álcool no sangue, será admitido como prova 0,3 miligramas de álcool por litro de ar expirado no bafômetro. Também será admitida a caracterização da conduta por meio da constatação de sinais que indiquem a alteração da capacidade psicomotora, segundo disciplinar o Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Entretanto, o texto já define que a prova desse crime poderá ser produzida por meio de teste de alcoolemia, exame clínico, perícia, vídeo, prova testemunhal ou outros meios de prova admitidos em direito. A pessoa acusada poderá produzir contraprova.

Acidentes
O texto retira a condição impositiva de realização do teste de sangue ou de bafômetro do motorista envolvido em acidente de trânsito. O projeto prevê que o condutor “poderá” ser submetido a teste, exame clínico, perícia ou outro procedimento que, por meios técnicos ou científicos, permita concluir a presença de álcool ou outra droga.

Reação
Edinho Araújo relatou a matéria pela Comissão de Viação e Transporte e acatou emendas dos deputados Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA), Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Domingos Sávio (PSDB-MG).

A iniciativa de votar o projeto surgiu como reação da Câmara à decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que considerou como válidas para desencadear uma ação penal apenas as provas produzidas por exame de sangue e teste do bafômetro, confirmando que a pessoa não é obrigada a produzir provas contra si mesma.

“A Câmara entrega à sociedade uma legislação que vai permitir a punição do motorista que bebe ao volante. Porque com a decisão do STJ, ficamos com uma lei sem eficácia”, afirmou o relator. Sobre o aumento da multa, o relator disse: “Há quem diga que é preciso pesar no bolso para a pessoa se educar.”

Guincho
Uma mudança que vale para todos os casos de apreensão de veículos previstos no Código prevê que o recolhimento do veículo ao depósito ocorrerá por serviço público executado diretamente ou contratado por licitação pública pelo critério do menor preço.

11 de abr de 2012

O PODER ESTÁ EM NOSSAS MÃOS!

Regional do PSB Vale dos Sinos será em SAPUCAIA.

Companheiros(as) do PSB, convidamos a todos(as) filiados(as) para Reunião da Regional PSB Vale dos Sinos que ocorrerá amanhã (12/04), ás 19h30, em Sapucaia do Sul, na Rua Rio de Janeiro, 39,Nova Sapucaia, anexo a pizzaria El Gordito.
Aguardamos a presença de todos(as).
Ivan Braz-Presidente PSB-Sapucaia.

10 de abr de 2012

Sapucaia entregue a ESCURIDÃO.

Falta de iluminação entre São Leopoldo e Sapucaia preocupa

Sara Souza/ Da Redação

Sapucaia do Sul - Além de ser um gargalo da BR- 116, em que o trânsito é interrompido pela última sinaleira ativa da rodovia, Sapucaia do Sul enfrenta outro problema: a falta de iluminação com poucos postes e lâmpadas queimadas ao longo dos três quilômetros da via federal que compreendem a cidade (km 251 ao 254). O trecho considerado mais crítico não possui poste algum e está localizado entre o limite de São Leopoldo com Sapucaia e o Pórtico de acesso à cidade. Os motoristas que transitam pelo local têm que contar com a sorte e torcer para não terem pane no veículo. “Ano passado, o pneu do meu carro furou nesse trecho. Minha sorte foi que tinha um posto logo adiante e rodei com o pneu furado até ali”, relata o professor Vinicius Martins, de 41 anos.

Melhorias na rodovia sem data prevista

O supervisor regional do Dnit, Carlos Adalberto Pitta, afirma que não recorda do projeto apresentado pela prefeitura de Sapucaia. “Acredito que essa demanda esteja dentro do projeto em desenvolvimento de melhorias físicas e de segurança no trecho da BR-116 entre Estância Velha e Porto Alegre”, diz. Já o superintendente regional do Dnit no Rio Grande do Sul, Vladimir Roberto Casa, afirma que não há previsão de conclusão do projeto de melhorias da BR-116 e nem de início das obras. “Não tenho alternativa senão cruzar esse trecho com luz alta.Além de falta de iluminação, falta marcação na via”, afirma o motorista Daniel da Costa, 48 anos. Já Elder Ferraz, 31, conta que há anos faz o mesmo trajeto. “A BR- 116 em frente ao zoológico sempre foi um breu total.”
http://www.jornalvs.com.br/transito/383236/falta-de-iluminacao-entre-sao-leopoldo-e-sapucaia-preocupa.html

9 de abr de 2012

Campanha para voto aos 16 anos será lançada.

Campanha para voto aos 16 anos será lançada pela Assembleia Legislativa

Ideia é conscientizar o adolescente da importância de exercer a cidadania.


Da Redação

Porto Alegre - O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Alexandre Postal (PMDB), participa na tarde desta segunda-feira do lançamento da campanha 16 Anos, uma idade inesquecível, que tem como objetivo estimular o engajamento dos jovens nas eleições de 2012. O evento acontece na sede do Tribunal Regional Eleitoral do RS (Rua Duque de Caxias, 350), às 16 horas.

“Conscientizar o adolescente da importância de exercer a cidadania e participar das decisões políticas do nosso País é um dever das instituições democraticamente estabelecidas”, destacou Postal. De acordo com o presidente do Legislativo, a vontade do jovem de quebrar paradigmas é uma virtude útil ao processo eleitoral. “No meu tempo, nós dizíamos que o voto era a nossa arma. De lá para cá, o adolescente conquistou o direito de ter sua opinião ouvida nas eleições”, afirmou o parlamentar em recente participação no programa Democracia, da TV Assembleia, que discutiu o tema.

Fruto de parceria entre o TRE-RS, a Assembleia Legislativa e a Associação Gaúcha das Emissoras de Rádio e Televisão (Agert), a expectativa da campanha, que está em sua quarta edição, é ampliar em 50% o número de jovens eleitores entre 16 e 17 anos. O acordo foi firmado em reunião realizada no úiltimo dia 29, com a participação do presidente em exercício do TRE, desembargador Gaspar Marques Batista. As informações são da Assembleia Legislativa
http://www.jornalvs.com.br/estado/383175/campanha-para-voto-aos-16-anos-sera-lancada-pela-assembleia-legislativa.html

5 de abr de 2012

NÃO VIRE ESTATISTICA: ATENÇAO REDOBRADA NAS ESTRADAS DURANTE O FERIADÃO.

Número de mortes aumenta quase 50% na Semana Santa, aponta Dpvat


No ano passado, em média, 115 pessoas perderam a vida por dia, durante os quatro dias de feriado.

Agência Brasil




Brasília - A Semana Santa é considerada um dos períodos mais violentos do trânsito brasileiro. Só no ano passado, levando em consideração apenas os quatro dias do feriado,115 pessoas morreram por dia, em média, em acidentes nas ruas e estradas do país, informa a seguradora que administra o Dpvat, o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre. O número é 47% maior que a média diária de mortes em acidentes de trânsito no restante do ano (78).

“Durante o feriado, há um aumento considerável nos acidentes, porque as pessoas viajam despreparadas, às vezes, de última hora, não fazem a revisão do carro e ainda tem o fator pressa, o desrespeito aos limites de velocidade”, disse o diretor presidente da Líder Seguradora, que administra o Dpvat, Ricardo Xavier.

De acordo com dados do Dpvat, entre 2006 e 2011, foram pagas 14.892 indenizações a pedestres, motoristas e passageiros que sofreram acidentes nos quatro dias do feriado da Semana Santa. Dessas indenizações, 2.882 foram pagas a beneficiários daqueles que perderam a vida em acidentes de trânsito no período.

No mesmo período de seis anos, levando em consideração apenas os sinistros registrados nos quatro dias da Semana Santa, 6.384 pessoas receberam o seguro por invalidez permanente decorrente de acidentes de trânsito. Também foram registradas 5,6 mil ocorrências menos graves, que demandaram apenas o reembolso de despesas médicas e hospitalares. Mas esses números devem subir porque a lei prevê um prazo de três anos, a partir da data do acidente, para que o seguro obrigatório seja solicitado.

O seguro Dpvat, pago obrigatoriamente por todos os donos de carros, foi criado em 1974 para indenizar vítimas de acidentes de trânsito sem apuração de culpa, seja do motorista, passageiro ou pedestre. Em caso de morte, a indenização está fixada em R$ 13,5 mil. Este também é o limite para casos de invalidez permanente (o valor varia conforme o grau da invalidez). O seguro também reembolsa despesas médicas e hospitalares até o limite de R$ 2,7 mil. Para solicitar o seguro, não é preciso buscar ajuda de intermediários. A própria vítima (ou parente) pode dar entrada no pedido gratuitamente, em qualquer um dos pontos de atendimento do Dpvat em todo o país.

Porém, lembra Ricardo Xavier, o melhor do seguro é não precisar usá-lo. “É importante que o cidadão tenha consciência do perigo dessas viagens [de carro]. O motorista tem que ser cauteloso para proteger a sua família e a dos outros.”

http://www.jornalvs.com.br/pais/382687/numero-de-mortes-aumenta-quase-50-na-semana-santa-aponta-dpvat.html

Roda de conversa



Excelente conversa com amigos do bairro Silva, dia 04/04/12. E o chimarrão da Vera tava de responsa. Abraço a todos(as).

4 de abr de 2012

Lei torna obrigatoria a flexão de gênero em diplomas para mulheres.

Lei torna obrigatória a flexão de gênero em diplomas para mulheres

Mulheres já formadas poderão requerer a instituições a emissão gratuita de um novo certificado
A lei que torna obrigatória a flexão de gênero em diplomas foi publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial da União. As instituições de ensino terão de empregar a flexão de gênero para nomear profissão ou grau nos diplomas expedidos a mulheres.

Geralmente, o masculino é o gênero utilizado pelas instituições de ensino para denominar profissão ou graduação, para pessoas de ambos os sexos. Pelo texto da lei, as mulheres já diplomadas poderão requerer das instituições outra emissão gratuita dos diplomas, com a devida correção.

A lei, de autoria da ex-senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) foi sancionada depois de aprovada pela Câmara e pelo Senado.
http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/noticia/2012/04/lei-torna-obrigatoria-a-flexao-de-genero-em-diplomas-para-mulheres-3716497.html

3 de abr de 2012

Juventude ligada na transformação do País.

PSB de Cachoeirinha, exemplo para o Brasil no Combate ao Crack.



O EXEMPLO DE CACHOEIRINHA QUE ACREDITA NAS PESSOAS - A Comunidade Terapêutica Reviver, primeiro centro de recuperação de dependentes químicos administrado por uma prefeitura do Brasil - comemora 1 ANO de funcionamento hoje com a reabilitação de 31 pessoas das drogas e do álcool. Conheça um pouco melhor essa política de resgate de vidas que mostrou Cachoeirinha como modelo para todo o Brasil nos vídeos abaixo.

REVIVER NO FANTÁSTICO: http://​fantastico.globo.com/​Jornalismo/FANT/​0,,MUL1676800-15605,00.html

Seminário no DF " Compartilhando Experiencias".



Importante espaço para compartilhar experiencias entre os Gestores do PSB de todo o Brasil e Futuros gestores municipais. Porque uma boa gestão depende de qualificação para fazer mais com menos.

30 de mar de 2012

Governador Beto Grill instala o CEDRS

Governo instala o Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável

O governador em exercício, Beto Grill, instalou na manhã desta sexta-feira (30) o Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (CEDRS). A solenidade ocorreu no salão Alberto Pasqualini, no Palácio Piratini. Conforme determina a Lei, o secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Ivar Pavan, foi empossado como presidente do CEDRS.

Em discurso, Beto Grill afirmou que o combate às desigualdades passa por avanços no setor primário, em especial na agricultura familiar. Disse que o desenvolvimento se faz a partir do fortalecimento das nossas potencialidades e "ter órgãos como o Conselho, que pensam para onde vamos e o que queremos, vai ser importante para o Estado". Ele acredita que o CDERS deve se consolidar como um espaço fundamental para apontar novas políticas para o desenvolvimento rural do estado".

O secretário Ivar Pavan lembrou do desafio que o Conselho terá: orientar quais políticas vão ser implementadas e como elas vão chegar ao público beneficiado, especialmente, aos agricultores familiares. Pavan reforçou, ainda, a importância da instalação do CEDRS, dizendo que as cadeias produtivas ligadas ao campo respondem por 50% do PIB gaúcho, sendo 27% oriundos da agricultura familiar.

Representando os demais conselheiros e o Fórum da Agricultura Familiar na região Sul do Estado, Rita Surita falou que o campo é um lugar estratégico e de desenvolvimento econômico e social. Para ela, "a crise alimentar mundial mostrou que a cidade depende do campo. Por isso, é extremamente relevante termos um Conselho que aponte diretrizes para o governo desenvolver ainda mais este setor".

Câmaras

Após a instalação do Conselho e posse dos conselheiros, foi realizada a primeira reunião, na qual foram aprovados o regimento interno e a criação de 17 comitês regionais. Além disso, os conselheiros aprovaram as câmaras temáticas (Crédito Fundiário, Política e Credenciamento, Assistência Técnica e Extensão Rural - Ater, Infraestrutura e Serviços, Energias Renováveis e Agroecologia). Foram aceitas a inclusão na Câmara de Energias Renováveis, a Câmara de Agroenergia da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), bem como a Cooceargs e o IRGA, na Câmara de Agroecologia, e as Cooperativas de Crédito, na Câmara de Crédito.

Na solenidade, compareceram, entre outras autoridades, o deputado estadual Valdeci Oliveira (PT), representantes da Caixa Econômica Federal, da Emater, o prefeito da Ivorã, Luiz Fernando Marin, (Famurs), o secretário-adjunto da Seapa, Cláudio Fiorese, e o diretor de Agricultura Familiar da SDR e secretário-executivo do CEDRS, José Batista. Pela Ceasa (Central de Abastecimento do RS), estavam presentes Lotário Vier (presidente), Gerson Madruga (diretor técnico-operacional) e Paulo Tavares (diretor administrativo e financeiro).

Texto: Roger da Rosa
Foto: Cláudio Fachel

PSB de Sapucaia do Sul recebe lideranças do partido.





No dia 29 de março,(quinta-feira), na Churrascaria Tigrão, o Partido Socialista Brasileiro-PSB de Sapucaia do Sul recebeu inúmeras lideranças do partido para oficializar, que a Cidade de Sapucaia do Sul, terá candidato a majoritária e o pré-candidato a prefeito é Ivan Braz.
Dentre as diversas lideranças que participaram do evento, destacamos: o Deputado Federal Luiz Noé, Sr. Caleb Oliveira-Presidente Estadual do PSB, Sr. Vicente Selistre-Coordenador do PSB Vale dos Sinos e Suplente de Deputado Federal, Sr. Vanderlan Vasconcelos, Membro da Executiva Estadual e pré-candidato a Prefeito de Esteio, Sr.Lauro Hagemann-Chefe de Gabinete do Deputado Federal e Secretário Estadual de Infraestrura, Beto Albuquerque e ainda representantes da Regional Vale dos Sinos. A ausência do Vice-Governador Beto Grill e do Secretário de Infraestrutura Beto Albuquerque foi sentida, porém, justificada em consequência da agenda de governo.
Participaram do Jantar representantes do: PCB (que já definiu apoio a candidatura do PSB), PP, PV, PS, PDT e PSDB que vieram trazer um abraço fraterno de suas direções municipais ao companheiro Ivan Braz.
Em seu discurso vibrante, Ivan Braz, anunciado pelos dirigentes partidários como pré-candidato a prefeito de Sapucaia do Sul, encerrou as falas mencionando que: “as Pessoas e a Cidade estão acima de quaisquer interesses, por isso, aceito o desafio e irei encará-lo, SIM, com coragem e determinação, porque a população pode e merece uma cidade melhor para viver”.



Direção Executiva do PSB Sapucaia.

26 de mar de 2012

Parabéns Porto Alegre pelos teus 240 anos.

O Mapa

Olho o mapa da cidade
Como quem examinasse
A anatomia de um corpo...

(É nem que fosse o meu corpo!)

Sinto uma dor infinita
Das ruas de Porto Alegre
Onde jamais passarei...

Há tanta esquina esquisita,
Tanta nuança de paredes,
Há tanta moça bonita
Nas ruas que não andei
(E há uma rua encantada
Que nem em sonhos sonhei...)

Quando eu for, um dia desses,
Poeira ou folha levada
No vento da madrugada,
Serei um pouco do nada
Invisível, delicioso

Que faz com que o teu ar
Pareça mais um olhar,
Suave mistério amoroso,
Cidade de meu andar
(Deste já tão longo andar!)

E talvez de meu repouso...



Mario Quintana

25 de mar de 2012

LIÇAO DE VIDA.

MAGNÍFICA LIÇÃO DE VIDA


Dois homens, ambos gravemente doentes, estavam no mesmo quarto de hospital. Um deles podia sentar-se na sua cama durante uma hora, todas as tardes, para que os fluidos circulassem nos seus pulmões.

A sua cama estava junto da única janela do quarto.

O outro homem tinha de ficar sempre deitado de costas.

Os homens conversavam horas a fio. Falavam das suas mulheres, famílias, das suas casas, dos seus empregos, dos seus aeromodelos, onde tinham passado as férias...

E todas as tardes, quando o homem da cama perto da janela se sentava,passava o tempo a descrever ao seu companheiro de quarto todas as coisas que conseguia ver do lado de fora da janela.

O homem da cama do lado começou a viver à espera desses períodos de uma hora, em que o seu mundo era alargado e animado por toda a actividade e cor do mundo do lado de fora da janela.

A janela dava para um parque com um lindo lago. Patos e cisnes, chapinhavam na água enquanto as crianças brincavam com os seus barquinhos. Jovens namorados caminhavam de braços dados por
entre as flores de todas as cores do arco-íris. Árvores velhas e enormes acariciavam a paisagem e uma tênue vista da silhueta da cidade podia ser vislumbrada no horizonte.

Enquanto o homem da cama perto da janela descrevia isto tudo com extraordinário pormenor, o homem no outro lado do quarto fechava os seus olhos e imaginava as pitorescas cenas.

Um dia, o homem perto da janela descreveu um desfile que ia apassar:
Embora o outro homem não conseguisse ouvir a banda, conseguia vê-la e ouvi-la na sua mente, enquanto o outro senhor a retratava através de palavras bastante descritivas.

Dias e semanas passaram. Uma manhã,a enfermeira chegou ao quarto trazendo água para os seus banhos, e encontrou o corpo sem vida, o homem perto da janela, que tinha falecido calmamente enquanto dormia.

Ela ficou muito triste e chamou os funcionários do hospital para que levassem o corpo.

Logo que lhe pareceu apropriado, o outro homem perguntou se podia ser colocado na cama perto da janela. A enfermeira disse logo que sim e fez a troca.

Depois de se certificar de que o homem estava bem instalado, a enfermeira deixou o quarto.

Lentamente, e cheio de dores, o homem ergueu-se, apoiado no cotovelo, para contemplar o mundo lá fora. Fez um grande esforço e lentamente olhou para o lado de fora da janela que dava, afinal, para uma parede de tijolo!

O homem perguntou à enfermeira o que teria feito com que o seu falecido companheiro de quarto lhe tivesse descrito coisas tão maravilhosas do lado de fora da janela.

A enfermeira respondeu que o homem era cego e nem sequer conseguia ver a parede. Talvez quisesse apenas dar-lhe coragem...

Moral da História:

Há uma felicidade tremenda em fazer os outros felizes, apesar dos nossos próprios problemas.

A dor partilhada é metade da tristeza, mas a felicidade, quando partilhada, é dobrada.

Se te queres sentir rico, conta todas as coisas que tens que o dinheiro não pode comprar.

" O dia de hoje é uma dádiva, por isso é que o chamam de presente."

A origem desta carta é desconhecida.

22 de mar de 2012

PSB CAMPO BOM, INAUGURA NOVA SEDE.



Atividade do PSB-Campo Bom,21/03/12.

Parabéns aos Companheiros(as),um excelente espaço a disposição dessa militancia guerreira. Vamos a luta, contem conosco!

Abraços Socialistas.

19 de mar de 2012

JANTAR COM VICE-GOVERNADOR BETO GRILL,

PCB definiu apoio ao PSB.


O Partido Comunista Brasileiro-PCB,(Partidão),de Sapucaia do Sul, representado pelo seu presidente Jonas Falcão, compareceu à reunião ampliada do PSB, Partido Socialista Brasileiro, para manifestar apoio incondicional a pré-candidatura de Ivan Braz à prefeito de Sapucaia. Tornando-se o primeiro partido a fechar com o PSB. A direção irá estabelecer conversas com outros partidos a fim de formar uma grande frente alternativa à candidatura oficial da cidade.

Direção Executiva do PSB.

PSB divulga nota pública.



O Partido Socialista Brasileiro-PSB de Sapucaia do Sul, reuniu na manhã deste sábado, 17/03/12, sua direção ampliada e decidiu:
1- Que irá apresentar candidatura própria nas eleições de 2012 e o nome indicado como pré-candidato a prefeito é de IVAN BRAZ, atual presidente municipal do partido;
2- Formalizará um grupo de trabalho para construir as diretrizes e os princípios da politica de alianças e a formulação de um programa de governo alternativo para o desenvolvimento da cidade;
3- Que fará coligações na majoritária e proporcional, preferencialmente com os partidos que estão fora da base aliada do governo municipal;
4- A pré-candidatura será apresentada à Cidade num jantar com a presença do Vice-Governador Beto Grill, dirigentes e lideranças regionais, no próximo dia 29/03/12, às 20h, na Churrascaria Tigrão, Rua Jorge Assun, 412, Sapucaia do Sul.

Direção executiva do PSB.

14 de mar de 2012

Reunião PSB Sapucaia do Sul

Comunicado



Comunicamos que no dia 17/03/12, ás 9h00, o Partido Socialista Brasileiro PSB Sapucaia do Sul estará reunido em nossa sede, sito Avenida Rubem Berta, 168, Centro. Para deliberar sobre a seguinte pauta:

1. A Politica de Alianças para as eleições 2012(Coligações proporcionais e majoritária).

2. Informes gerais.

Solicitamos a presença de todos os pré-candidatos(as) a vereadores(as) inscritos e ainda, os filiados que desejam colocar seus nomes a disposição para concorrerem, o momento é este.

Compareçam a reunião.


Atenciosamente.

Ivan Braz

Presidente Municipal- PSB

Visitem nosso Blog
ivanbraz.blogspot.com

9 de mar de 2012

PSB de Sapucaia altera data de reunião.

Companheiros(as) do PSB, INFORMO que não haverá reunião neste sábado(10/03/12), em razão do Seminário Estadual que irá reunir os pré-candidatos as marjoritárias, ficando nossa reunião agendada para o dia 17/03/12, as 9h00, em nossa sede.

Abraços socialistas a todos.

PSB prepara candidatos para as eleições 2012.

PSB gaúcho prepara candidatos para eleições municipais


O PSB/RS realiza neste sábado (10), em Porto Alegre, seminário “ Eleições 2012: programa para a gestão socialista”. Com o objetivo de preparar os pré-candidatos a prefeito e vice para a campanha eleitoral, o seminário auxiliará na elaboração dos planos de governo e, como exemplos a serem seguidos, serão apresentados os modelos de gestão socialista implementados nas cidades de Belo Horizonte e Curitiba. Conforme o presidente Caleb de Oliveira, estas capitais são as duas melhor avaliadas do Brasil e por isso servem de referência para os socialistas que disputarão as eleições majoritárias no Estado.

Representando as administrações do PSB destes municípios participarão do seminário o Secretário Municipal do Trabalho e Emprego de Curitiba e professor do Departamento de Estatística da UFPR, Paulo Bracarense Costa, e o Secretário Geral do PSB de Minas Gerais e Assessor Político do Prefeito Márcio Lacerda, Mário Assad Júnior.

São cerca de 250 participantes entre pré-candidatos, presidentes municipais do PSB e coordenadores de campanha que participarão do seminário, que contará ainda com painel do advogado e professor especialista em direito político do Instituto Gamma de Assessoria a Órgãos Públicos (IGAM), André Barbi.

O Seminário ocorrerá no Salão Nobre do Hotel Plaza São Rafael ( Avenida Alberto Bins, 514), das 9 horas às 17 horas.

A partir deste evento os socialistas dão a largada para a série de atividades de preparação de todos os pré-cadidatos a vereador e prefeito. Haverá dez encontros regionais nos municípios de Palmeira das Missões, Santa Rosa, Passo Fundo, Caxias do Sul , Uruguaiana, Santana do Livramento, Lajeado, Arroio do Tigre, Porto Alegre, Pelotas e São Leopoldo. Neles serão abordados temas como legislação eleitoral, planejamento de campanhas, de finanças e marketing político.
Os congressos municipais de homologação de candidaturas devem ocorrer em junho.
http://www.psbrs.org.br/v1/index.php/noticias/7187-psb-gaucho-prepara-candidatos-para-eleicoes-municipais

AUTOR: DANIELA MIRANDA.

17 de fev de 2012

NÃO HAVERÁ REUNIÃO NA SEGUNDA DE CARNAVAL

Amigos(as) e Companheiros(as), do PSB-Sapucaia do sul, informamos que não haverá reunião na proxima segunda, dia 20/02/2012, pois é feriadão de carnaval. Retornaremos as nossas reuniões de mobilização no dia 25/02/12, as 9hoo, em nossa sede,Av. Rubem Berta, 168, centro.

Saudações Socialistas.
Direção Executiva.

STF declara que Lei da Ficha Limpa valerá pra eleições de 2012

O Supremo Tribunal Federal (STF) declarou a constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, que valerá para as eleições deste ano. O placar final foi 7 votos a 4 para uma das principais inovações trazidas pela lei — a inelegibilidade a partir de decisão por órgão colegiado. No entanto, como a lei traz várias inovações, o placar não foi o mesmo para todos os pontos que acabaram mantidos pela maioria.

O resultado foi proclamado depois de quase 11 horas de julgamento entre ontem e hoje. Celso de Mello e Cezar Peluso foram os últimos ministros a votar. Eles reafirmaram posição por uma interpretação mais restrita da lei. Um dos principais pontos atacados por ambos foi a aplicação da Lei da Ficha Limpa a casos que ocorreram antes que a lei foi criada.

— A lei foi feita para reger comportamentos futuros. Como ela está, é um confisco de cidadania — disse Peluso.

Os ministros que votaram a favor da integralidade da lei foram Joaquim Barbosa, Rosa Weber, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski e Carlos Ayres Britto. Os outros ministros da Corte foram mais ou menos resistentes à lei de acordo com a questão levantada. Antonio Dias Toffoli, por exemplo, só foi contra a regra que dá inelegibilidade por órgão colegiado, aceitando todo o resto da lei.

O julgamento de hoje dá a palavra final do STF sobre a polêmica criada assim que a Lei da Ficha Limpa entrou em vigor, em junho de 2010. O Supremo já havia debatido a norma em outras ocasiões, mas apenas em questões pontuais de cada candidato. Agora todos os pontos foram analisados com a Corte completa.
A decisão do Supremo tira das eleições municipais deste ano políticos condenados mesmo que ainda caiba recurso dessa decisão. Estariam enquadrados os políticos que cometeram crime contra a administração pública, contra o patrimônio público ou privado, contra o sistema financeiro, que tiver sido condenado por crime eleitoral, abuso de autoridade, lavagem de dinheiro, tráfico de drogas, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e outros tipos penais.

Políticos que renunciaram aos seus mandatos para fugir de processos de cassação por falta de decoro também estarão impedidos de disputar as eleições deste ano. Nesse caso, o parlamentar, prefeito ou governador não poderá disputar as eleições por oito anos a contar do fim do mandato que exercia.


AGÊNCIA BRASIL
http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/noticia/2012/02/stf-declara-constitucionalidade-da-lei-da-ficha-limpa-3666418.html

11 de fev de 2012

ILEGALIDADE EM SAPUCAIA DO SUL, DESAPROVADA PELA POPULAÇÃO

Uso indevido de tachões em Sapucaia do Sul
24 de janeiro de 2012
Pelas ruas do município de Sapucaia do Sul, a prefeitura vem instalando linha de tachões sobre a via na forma de redutores de velocidade, obrigando todos os motoristas a reduzir à primeira marcha. Ocorre que, conforme Resolução nº 336, de 24 de novembro de 2009, do Contran, a instalação desses tachões, que não na forma de divisores de fluxo, é proibida.
No entanto, parece que ninguém se importa com isso, já que nos mês de agosto enviei e-mail para a prefeitura e para a Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito de Sapucaia do Sul, com intuito de saber qual a opinião da administração com referência ao assunto e não obtive qualquer tipo de retorno.
Não bastasse o uso ser ilegal, na maior desfaçatez, a prefeitura está fazendo uso dos tachões de forma abusiva, como se pode ver nas fotos ou facilmente pelas ruas, além de não mostrar à comunidade qualquer estudo técnico e sem explorar outros meios para conter o excesso de velocidade, como determina o código brasileiro causando prejuízo indiscriminado a todos os motoristas, desrespeitando um principio básico de punir somente aqueles que descumprem a lei.Sinceramente, o uso dos tachões como redutores de velocidade não traz benefícios à comunidade.
Analisando de forma geral, os tachões potencializam as colisões em traseiras de veículos, motociclistas têm mais chances de queda, carros roubados podem fugir em alta velocidade sem ser fotografados, como nas lombadas eletrônicas, vítimas em ambulâncias sofrem com o sacolejo, caminhões de bombeiros, ou passam em primeira marcha, ou quebram as suspensões, carros de passeio tem a vida útil reduzida, casas próximas sofrem rachaduras com o trânsito pesado.
É evidente que ninguém quer abuso de velocidades nas ruas, acidentes nas esquinas, risco de atropelamentos. O que se quer é o empenho da administração pela segurança dos munícipes, mas sempre no rigor da lei. Por outro lado, estaríamos admitindo o desrespeito a todas as outras leis, e o mínimo que se espera do Executivo e do Legislativo é que cumpram o que está escrito, que se façam estudos técnicos, projetos viários, investimentos na Guarda Municipal, uso de tecnologias, tudo somado à pintura viária e asfalto de qualidade. Com todo o respeito, colocar obstáculos na via já esburacada qualquer um faz.
Na esperança de que se cumpra o que determina o CTB, e num sinal de consideração com a comunidade retire-se os tachões imediatamente e que não deixe de cobrar os limites de velocidade nas vias da cidade, mas de uma forma inteligente, punindo aqueles que excedem os limites, não toda a comunidade.
Contraponto
Em resposta à reclamação do leitor, informamos que a Prefeitura de Sapucaia do Sul instalou tachões em ruas de grande incidência de acidentes de trânsito e atropelamentos, como uma medida emergencial. A medida diminuiu de maneira significativa o número de acidentes. "Desde que colocamos os tachões na rua Enrique Dias, não ocorreu nem um único acidente no local", afirma o secretário municipal de Segurança e trânsito, Clóvis Pereira. Segundo ele, diariamente são protocolados por moradores cerca de 20 solicitações de instalação de tachões. No entanto, o Poder Executivo não está mais instalando estes redutores de velocidade, conforme determina a resolução n° 336 do CONTRAN.
Visando adequação, a Secretaria Municipal de Segurança e Trânsito está elaborando um estudo de engenharia viária para a cidade. Nas ruas que estão sendo contempladas com a Operação Asfalto, os tachões estão sendo substituídos por lombadas, próximas a escolas e postos de saúde, conforme resolução do CONTRAN. Buscando a segurança dos munícipes, outras medidas estão em andamento, como investimentos na mecanização da pintura viária, aquisição de novas lentes e caixas controladoras de todos os semáforos da cidade e testes de radares inteligentes, que serão instalados junto às câmeras de segurança e semáforos. Também está em fase de testes, em parceria com a empresa de transporte coletivo Real Rodovias, a fiscalização on-line, em tempo real, de rota e velocidade dos veículos da empresa.
http://wp.clicrbs.com.br/doleitor/2012/01/24/leitor-reporter-uso-indevido-de-tachoes-em-sapucaia-do-sul/
*Daniela Rocha Lima, Assessoria de Comunicação/Prefeitura de Sapucaia do Sul

26 de jan de 2012

Forum Social Temático Porto Alegre Janeiro 2012


Estivemos no Forum social temático de POA, muita mobilização, participação e alegria das pessoas em ver o forum social de volta a Porto Alegre, no entanto fazemos duas observações, quais sejam; a dispersão muitas atividades simultâneas provocaram isso e a outra a falta de foco, ainda que tenha a chamda para preparaçãoda rio+20 é o que nos pareceu. No mais uma bela demonstração de que conviver com as diferenças é possível.

25 de jan de 2012

Jantar PV Sapucaia

Participamos ontem de maneira rápida e cordial do jantar de confraternização doPartido Verde PV Sapucaia, muito bacana e descontraído, ao mesmo tempo politizado e qualificado, resumindo, causou-nos uma excelente impressão.

24 de jan de 2012

Estamos retomando nossas atividades politicas, de agora em diante muita articulação e mobilização.

13 de jan de 2012

ACREDITE SEMPRE!!

Acredite

Acredite nas pessoas... Naquelas que possuem algo mais... Aquelas que, às vezes, a gente confunde com anjos e outras divindades... Digo daquelas pessoas que existem em nossas vidas e enchem nosso espaço com pequenas alegrias e grandes atitudes... Falo daquelas que te olham nos olhos, que são verdadeiras, tecendo elogios, críticas, que pedem desculpas com a simplicidade de uma criança...Pessoas firmes... Verdadeiras, transparentes, amigas, ingênuas... Que com um sorriso, um beijo, um abraço, uma palavra, te faz feliz... Aquelas que erram... Acertam... Não tem vergonha de dizer não sei... aquelas que sonham... Aquelas amigas... Aquelas que passam pela vida deixando sua marca, saudades, aquelas que fazem à diferença... Aquelas que vivem intensamente um grande amor... "Luiz Verissimo"